:: Belenenses XV ::: A fundação do Clube

terça-feira, julho 25, 2006

A fundação do Clube

Algum tempo antes terminara a Grande Guerra!

Há muito que a juventude ambicionava a formação de um grande clube desportivo que representasse o populoso bairro de Belém.

Finda a época de 1918/1919, Artur José Pereira deixou o Sporting Clube de Portugal, no propósito de fundar um clube com o nome da sua terra: Belém. A ideia alastrou rapidamente e quis o acaso que alguns jogadores, representando então o Benfica, ali moradores, tendo sido castigados se transformassem também em acérrimos defensores da formação da nova colectividade, assente em alicerces de inspiração bairrista profundamente vividos. A existência de vários jogadores belenenses, espalhados por diversos clubes da capital, mais arreigou a certeza de ser fácil concretizar a aspiração. Estava dado o passo que não pararia mais!

Numa noite de fins de Agosto de 1919, num banco do jardim da Praça Afonso de Albuquerque, um grupo de amigos onde pontificava Artur José Pereira, o seu irmão Francisco Pereira, Henrique Costa, Carlos Sobral, Joaquim Dias, Júlio Teixeira Gomes, Manuel Veloso e Romualdo Bogalho encetaram as primeiras conversas para a formação do Belenenses. Foram consultados Virgílio Paula e Reis Gonçalves, figuras proeminentes da altura, que deram caloroso apoio à iniciativa e, novas reuniões e aderentes depois, a ideia ganha corpo definitivo.

A 23 de Setembro de 1919, sob apadrinhamento de Afonso de Albuquerque, é resolvida em definitivo a fundação de um clube que agrupasse sob uma só bandeira todos os rapazes do bairro de Belém, amantes e praticantes do futebol e de outras modalidades.

O clube nasce, e com ele um campo de jogos situado nos terrenos frente à sua sede, na Rua Vieira Portuense 48-1º, onde se realizam os primeiros treinos e jogos. Este espaço, antigo campo da FNAT, foi apelidado de Campo do Pau do Fio por nele estar colocado um poste de electricidade. O rectângulo desenhado a risco tosco não servia, obviamente, para jogos oficiais, mas era aceitável como lugar dos treinos e de captação de jovens jogadores. As sessões de preparação e as experiências eram, normalmente, presenciadas por pequenas multidões já muito interessadas na evolução do clube da sua terra. A algumas delas, assistiu o então Presidente da República, Dr. Teixeira Gomes.

«Digamos que o Belenenses, parecendo uma inevitabilidade, nasceu de um impulso. Mas, mais do que ter vindo ao mundo numa maternidade ao ar livre, surpreendeu pela robustez e, sobretudo, pela determinação dos seus fundadores que enfrentaram o dédalo formado por más vontades, intrigas e ausência total de desportivismo de várias forças. Chegou ao desporto português à revelia dos interesses bizantinos de muitas e boas almas. (Homero Serpa)».

(texto extraído do site oficial do Belenenses)

3 Comments:

At 8:11 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Here are some links that I believe will be interested

 
At 9:25 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Hey what a great site keep up the work its excellent.
»

 
At 4:09 da manhã, Anonymous Anónimo said...

I'm impressed with your site, very nice graphics!
»

 

Enviar um comentário

<< Home